Motorista de Rio Bananal é indiciado por causar acidente com morte de jovem de 23 anos

O suspeito, um homem de 51 anos, negou ter ingerido bebida alcóolica, mas investigadores da Polícia Civil comprovaram que ele estava alcoolizado no dia do acidente.

Motorista de Rio Bananal é indiciado por causar acidente com morte de jovem de 23 anos
A Polícia Civil de Linhares indiciou, neste mês de dezembro, um homem de 51 anos, de Rio Bananal, após investigações comprovarem que ele havia ingerido bebida alcoólica no dia de um acidente automobilístico que vitimou a jovem Viviane Liberato, de 23 anos, na rodovia que liga Rio Bananal ao distrito de São Jorge. O acidente foi registrado no dia 15 de agosto do ano passado e o motorista fugiu sem prestar socorro à vítima. 

De acordo com o chefe da 16ª. delegacia Regional de Linhares, delegado Fabrício Lucindo, não resta dúvidas de que o homem dirigia embriagado quando estava na direção do veículo que colidiu frontalmente com a moto pilotada pela jovem. O condutor dirigia uma SW4 da Toyota,  que invadiu a contramão e acabou matando Viviane que vinha no sentido contrário.

"Durante as investigações, os policiais civis conseguiram comprovar através de testemunhas que o autor do crime havia ingerido bebidas alcoólicas no dia do fato. Comprovamos também, através do laudo pericial que o Indiciado invadiu a contramão e atingiu a vítima de frente, fugindo do local logo em seguida”, explicou o delegado.

O suspeito, que não possuia antecedentes criminais, ao ser interrogado na delegacia, informou que não havia ingerido bebidas alcoólicas, mas de acordo com Lucindo, a versão foi derrubada por testemunhas. 

"Indiciamos o suspeito por homicídio doloso por dolo eventual, que é quando o agente assume o risco de matar, que é diferente do homicídio culposo na direção de veículo automotor, que tem uma pena menor”, disse.

O suspeito foi denunciado pelo Ministério Público e deverá ser julgado pelo tribunal do Júri em Rio Bananal e caso seja condenado pode pegar uma pena de seis a 20 anos de prisão.





COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA