Plano de Recuperação de Áreas Degradadas será implantado na orla do Pontal do Ipiranga

O projeto será executado por uma empresa privada como pagamento de compensação ambiental, referente ao processo de licenciamento ambiental.

Plano de Recuperação de Áreas Degradadas será implantado na orla do Pontal do Ipiranga
Nesta semana será implantado o Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) nas áreas verdes e na faixa de restinga de toda orla do balneário de Pontal do Ipiranga. O projeto será executado por uma empresa privada como pagamento de compensação ambiental, referente ao processo de licenciamento ambiental.

As equipes de trabalho atuarão na recuperação ambiental das áreas degradadas pelos próximos quatro anos ou até a vegetação nativa se consolidar. O PRAD, aprovado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Naturais (Semam), prevê o controle das espécies exóticas, principalmente as invasoras como as Acacia mangium.

"As acácias são espécies naturais da Austrália e altamente prejudiciais aos ecossistemas brasileiros capazes de acabar com a vegetação nativa local. Portanto, é imprescindível a adoção das medidas de controle que consistirão na supressão desses indivíduos”, informa a bióloga da Semam, Paula Durão.

Quaisquer dúvidas que surgirem referente às ações, que serão executadas no balneário, deverão ser encaminhadas para a Semam através do e-mail:  [email protected]

Sobre o PRAD


O Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) é um estudo realizado em áreas que sofreram degradação pela ação do homem ou naturalmente. O plano especifica um conjunto de medidas, técnicas, ferramentas e materiais que assegurarão o restabelecimento dos ambientes desequilibrados e sem chance de recuperação natural.

Os métodos de recuperação são definidos de acordo com as características bióticas (seres vivos de uma comunidade) e abióticas (fatores não vivos do ambiente) da área, conhecimentos sobre o tipo de impacto causado, resistência das espécies selecionadas e sucessão ecológica secundária, ou seja, o desenvolvimento de uma nova comunidade.





COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA