Linhares alerta para possível desabastecimento da segunda dose da Astrazeneca até o fim de semana

A diretora de Imunização da Prefeitura de Linhares, Jackelene Ramos, informou que a vacinação para primeira dose segue em todas as unidades básicas de saúde dos bairros e do interior, das 7 às 16 horas.

Linhares alerta para possível desabastecimento da segunda dose da Astrazeneca até o fim de semana
A primeira e a segunda doses da vacinação contra a Covid-19, para população acima de 18 anos, continua em Linhares, mas existe o risco de desabastecimento da segunda dose da Astrazeneca até o final de semana. No momento, algumas unidades já se encontram em falta do imunizante e a orientação é de que o morador procure sua unidade de referência para informação.

A diretora de Imunização da Prefeitura de Linhares, Jackelene Ramos, informou que a vacinação para primeira dose segue em todas as unidades básicas de saúde dos bairros e do interior, das 7 às 16 horas.

Sobre a segunda dose, a vacinação dos imunizantes Coronavac, Pfizer e Astrazeneca continuam normalmente, somente a Astrazeneca que pode chegar a faltar, uma situação recorrente em todo o território nacional.

"Assim que esgotarem as doses da Astrazeneca, não temos previsão de reabastecimento, mas existe a expectativa de que a situação seja regularizada a partir da próxima semana com o envio de novas doses ao Município. Esgotada a Astrazeneca, reforçamos que a segunda dose de Coronavac e Pfizer serão aplicadas normalmente, sem interrupção”, explicou a diretora.

Jackelene informou, ainda, que os frascos dos imunizantes são multidoses, ou seja, cada um possui seis doses ou mais que depois de abertas não podem ser guardadas e utilizadas no dia seguinte. Por isso, orienta-se que a população procure a unidade antes das 15 horas ou busque informações prévias quanto ao atendimento.

A vacinação em Linhares segue o Plano Nacional de Imunização e respeita a ordem estabelecida pelo Ministério da Saúde. Até o momento, Linhares já aplicou 171.575 doses de vacinas, sendo 109.287 com a primeira dose e 62.288 com a segunda e/ou dose única.





COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA