A força do “benzimento” mantém tradição no interior de Linhares com Mãe Preta

A força do “benzimento” mantém tradição no interior de Linhares com Mãe Preta

 10/03/2014 – 9h20 – Atualizada em - 10/03/2014 –  Às 9h20

 Espinhela caída, mau olhado, olho gordo e quebranto são alguns dos problemas que o “benzimento” tem resolvido para muita gente que acredita na força de quem tem o dom de invocar santos, orixás e entidades especiais para as quais as orações são direcionadas. Em Linhares, mais precisamente no distrito de Bebedouro, encontramos dona Alferinda Angélica, mais conhecida como Mãe Preta, uma simpática senhora de 82 anos e que realiza benzimentos a quem lhe procure.

Mãe Preta usa uma imagem de Santo Antônio e uma medalha de Ogum (São Jorge), cada uma dessas imagens devidamente guardadas sob cada um dos seios. É deles que ela os tira para realizar suas rezas e seus benzimentos. Analfabeta, teve de decorar as rezas, aprender os “recados” do tempo, como mudanças da lua, das estações e de datas especiais para que seus pedidos sejam atendidos.

Ela é uma dessas pessoas consideradas especiais que são procuradas por gente que cresceu com a crença de que nenhum profissional da área médica pode curar, por exemplo: cobreiros, espinhela caída, bucho virado, quebrando de criança, destravar portas para o sucesso profissional e tantos outros males, que sempre afligem as pessoas em pleno século 21.

Diz que é uma mensageira de Ogum e Oxalá, o que prova suas origens, já que veio de Elvécia uma localidade pertencente a Cabrália, no sul da Bahia. Mesmo assim, mistura raízes do candomblé com o catolicismo, afirmando ser devota de Nossa Senhora da Conceição. Veio da Bahia ao Espírito Santo ainda pequena, acompanhando pai e mãe, avó e bisavó. Teve 10 filhos e todos eles, segundo ela, foram devidamente benzidos contra várias enfermidades.

Mãe Preta diz que aprendeu as rezas com força para curar com sua bisavó. “Desde pequena eu acompanhava minha bisavó benzer de tudo. Ela ensinou minha avó que depois passou pra minha mãe e depois de tanto pedir, minha bisavó mandou que minha mãe me acompanhasse. Isso faz mais de 70 anos e com as três aprendi a afastar o mal de animais de criação, espantar bichos, curar bicheira em gado e cavalo e, finalmente, as pessoas”, conta ela.

Mas Mãe Preta também é procurada por políticos, pessoas com problemas amorosos e viciadas. Ela conta que é respeitada porque não cobra nada. “Não pode cobrar porque senão acaba o encanto”, justifica. Morando em uma casa humilde, vestindo roupas simples e sendo cumprimentada por todos que cruzam o seu caminho, na rua onde mora, ela é figura conhecida desde as crianças aos mais idosos que sempre a procuram.

Embora a tecnologia esteja acabando com essa prática e notadamente por quem é evangélico e que não acredita nestes costumes antigos, muita gente ainda recorre a banhos de descarrego, limpeza espiritual e, principalmente, para acabar com cobreiros e erisipela. O mais comum é o cobreiro, normalmente atribuído na passagem de algum animal peçonhento pela roupa da pessoa que fica infectada. Atribui-se as cobras, aranhas e lagartixas a contaminação em alguma parte do corpo que sofre com coceiras, vermelhidão e até em casos mais graves a necrose da parte afetada.

Sobre o Autor

Redação Site de Linhares

A Redação do site de Linhares está ligada aos acontecimentos e se preocupa com a informação.

Escreva o seu Comentário

13 Comentários

  1. Valkimar Lopes Marcolino 11/03/2014 - 12h44

    Gente ignorante! Informação passada relata a senhora como curandeira, tradição que existe há décadas, e não macumbeira. Quem criticam passem a respeitar, prq essa senhora não estar ofendo e nem obrigando ninguém ir até ela. Macumba é pra quem acredita, seus macumbeiros. Eu não creio mas RESPEITO.

  2. BIANCA MARIM 11/03/2014 - 08h32

    ta repreendido em nome de jesus!!só jesus cristo tem poder para curar;SÓ o todo poderoso DEUS!!

  3. Alguns vão me reconhecer pela frase abaixo: 11/03/2014 - 08h11

    Ser religioso não quer dizer recitar provérbios, versículos ou subir a um pupito e professar palavras para os outros, ser religioso é deixar a religião em seu coração, é praticar a religião, fé não se discute, ou tem ou não! Você esta na religião, mas a religião esta em você? Olhe para você mesmo.

  4. A que ponto chega o fanatismo e intolerância cega de um ser manobrado pelo homem 11/03/2014 - 08h08

    Aos que acreditam nos seus mestres (padres/pastores/gurus etc) que tudo que dizem é porque são sábios, mas estes só conhecem o que lhes foi ensinado, foram vendados, e eles tendem a vendar os olhos dos outros, estudem sobre estes nomes e verão uma ligação sutil que te assustará!A verdade libertará!

  5. THEREZINHA DA PENHA FERRAÇO 10/03/2014 - 19h50

    QUERIA CONHECER A MÃE PRETA COMO ACHAREI O ENDEREÇO. POR FAVOR PO~E NO SAITE.

  6. LEMAO 10/03/2014 - 19h49

    FALOU TUDO ANTONIO ISSO E COISA DO DIABO E AINDA TEM IDIOTAS QUE ACREDITAM VAO LA E SAEM CHEIOS DE DEMONIOS NO CORPO

  7. 10/03/2014 - 18h02

    macumba é o rabo de voces, é assim que ela responde. ela é uma grande pessoa, é benzedeira e não macumbeira seus bando de retardados. espero que um dia voces precisem dela, e recebam um não pela cara !

  8. Euclides Agnelo 10/03/2014 - 16h49

    Impressiona-me a hipocrisia de muitos que dizem pregar o amor; mas destilam preconceito e fanatismo. Enxergam ciscos em olhos alheios e esquecem-se das travas em seus olhos. VERDADE é que nem todo o que diz "Senhor, Senhor", entrará no Reino dos Céus. Talvez Deus prefira abraçar a macumbeira!

  9. O Tia -- vai la na sede da PML e benze tudo 10/03/2014 - 16h46

    O Tia vai na sede da PML e da umas varadas de arruda e umas porrada de espada de são jorge naquele povo e depois ao invés de colocar umas folhas de comigo ninguem pode e da um chazinho para eles, e se isso ainda não resolver da um chá de canhamo e cacto de são, só não vai precisar de trombeta.tá?

  10. antonio 10/03/2014 - 14h59

    nos aqui nesta terra samos representantes de deus nao de satanas nem esse tal de orixas que deus te faça uma representante dele aqui na terra esta muito de idade para ir para o inferno o sangue de jesus te liberta dona alferinda angelica seja representante de deus largue este satanismo de lado

  11. Moradora de Bebedouro. 10/03/2014 - 14h06

    Dona Alferinda, grande mulher, tem o respeito de todos aqui de nosso bairro, tem um grande coração e vive a ajudar as pessoas, gosto muito dela.

  12. verdade 10/03/2014 - 13h02

    Em pleno seculo 21 ainda existi pessoas que acredita que essas obras são feitas para seus bem,isso tudo e macumbaria como disse meu amigo Cético.Jesus levou todas as nossa enfermidade na cruz,em seu nome podemos ser sarado....

  13. Cético 10/03/2014 - 10h43

    Isso é macumbaria...que horror!!!