Se você gosta de queijo, este post é pra você!

Bruno Morett

quarta, 23 de setembro de 2015

comentários

Saiba mais sobre a maior feira de queijos artesanais do mundo!

"- Vamos lá!..

 -Tomo mundo junto, isso aí..

 - Você! Mais pra esquerda senão não vai dar pra te ver.

 - Os mais altos por favor, fiquem na parte de trás!

 - Os da frente podem agachar pra ficar melhor.

 - Todo mundo se abraçando, isso aí...

 - Agora um sorriso bem grande!

 - Vamos lá, no três!

 - 1..!

 - 2...!

 - 3....!

 - E...

 - CHEESE!!"

 Sim, eu sei! No último post em que falei sobre a gourmetização de tudo eu prometi compartilhar com vocês a lista dos melhores sites e blogs que eu sigo e que me ajudam na minha carreira gastronômica. 

 Mas eu não poderia deixar passar a oportunidade de contar pra vocês um pouco mais sobre a 10ª edição do Cheese. Essa que é a maior feira de queijos artesanais de todo o mundo.

 Tudo isso aconteceu entre os ultimos dias 18 e 21 de setembro aqui na cidadezinha de Bra, onde eu moro atualmente e considerada a cidade berço do movimento Slow Food e da Universidade de Ciencias gastronômicas, lugar onde eu estudo.

 Durante quatro dias, passaram pela cidade cerca de 270.000 pessoas numa cidade onde habitam apenas 35.000. Ou seja, um sucesso!

 E foi realmente uma grande festa gastronômica.

 Não só por conta dos diversos expositores que trouxeram com muito orgulho seus produtos, mas uma celebração à diversidade cultural e de sabores que a união de três simples ingredientes pode proporcionar.

 Leite, coalho e sal. E daí nasceu o queijo...

 Além de todas essas gostosuras, o Cheese é um espaço criado pelo Slow Food Internacional para discutir as questões ao entorno de todas as formas do leite. E tambem um espaço de intercambio cultural entre produtores para a criação de uma rede de queijeiros no mundo.

 Esse foi um acontecimento muito importante

 Isso porque no Brasil existem questões muito relevantes a serem discutidas, como por exemplo a comercialização de queijos de leite cru que sofre bastante com a legislação sanitária da ANVISA.

 Sendo assim, queijos como o da Serra da Canastra, do Serro e do Salitre, todos de Minas Gerais, sofrem vários impedimentos para serem comercializados com outros estados da federação e com o exterior. A tradição e a cultura destes queijos pode estar fadada ao esquecimento, porque se não vende não tem produtor interessado em produzir.

 Mas não se trata apenas de ser contra a legislação. Um desses queijos foi premiado com uma medalha de prata em um concurso internacional de queijos na França, recebendo assim o título de segundo melhor queijo do mundo!

 E foi justamente o produtor deste queijo que ajudou a compor a delegação brasileira que veio expor o nosso potencial de também produzir queijos incríveis e de qualidade.

 Ao chegar aqui, Guilherme Ferreira foi recebido pelo presidente do Slow Food, Carlo Petrini, com as devidas honrarias. Diante de todos os presentes na abertura do evento foi condecorado com um Prêmio da Resistência Queijeira e conviddado a cortar a faixa de inauguração do evento.

 Confira aqui o momento da premiação e inauguração:

 

Un video pubblicato da M.V. Guilherme Ferreira (@capim.canastra) in data:

 

 

 

Una foto pubblicata da M.V. Guilherme Ferreira (@capim.canastra) in data:

 

 O Brasil ainda tem muito a crescer em questões de produçõo de queijos e até mesmo de legislação sanitária. E o consumidor precisa ficar atento ao que acontece com o alimento que come. 

 É preciso estar atento também a riqueza cultural e gastronômica que o nosso povo tem e que nos dá tanto orgulho e além disso, saber reconhecer e valorizá-la.

A prosa de hoje foi essa. Não demora e a super dica de sites e blogs sai do forno.

Fique atento!

Ate la!

 

compaRTILHE ESSA NOtícia

comentários